Paróquia Santo Antônio realiza Missões

Rádio Águas Claras prestigia o projeto Missões

Imagens de entrevista na Rádio Águas Claras e carreata com a chegada demais mais Frei no centro da cidade.

A Paróquia Santo Antônio de Catuípe, esta desenvolvendo nos meses de fevereiro e março as Missões Capuchinhas – Preparai os Caminhos do Senhor. As visitas dos Freis Capuchinhos de Vacaria às comunidades da região ocorrem de 14 de fevereiro até o dia 7 de março. De acordo com o padre Senir em entrevista a Rádio Águas Claras, as missões consistem em 11 encontros, sendo quatro encontros em famílias, quatro encontros em comunidade e três encontros do tríduo. As comunidades da Matriz, dos bairros e interior já organizaram equipe que estão fazendo a divulgação, visitação, bênçãos das casas e motivação das famílias para participar dos encontros. Para marcar o encerramento das Missões Capuchinhas, no dia 7 de março, às 15h, será realizado um momento especial com as comunidades em frente à Igreja Matriz de Catuípe. Com a atividade, a paróquia espera motivar as famílias, pessoas que não estavam participando ativamente da Igreja e motivar também surgimento de novas lideranças comunitárias, pastorais e missionárias.

Freis Capuchinhos

Os Capuchinhos fazem parte da primeira Ordem, dividida em Ordem dos Frades Menores, Ordem dos Frades Menores Conventuais e Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, que seguem a forma de vida, o testemunho e o espírito de São Francisco de Assis. É uma reforma aprovada em 3 de julho de 1528, para viver o espírito original de são Francisco de Assis e seus primeiros companheiros. Os frades Capuchinhos se identificam com o povo e com as causas eclesiais populares. Iniciaram sua presença e missão no Rio Grande do Sul no dia 18 de janeiro de 1896, em Garibaldi, provenientes da França. Os pioneiros atendiam as necessidades missionárias e apostólicas junto aos imigrantes através de missões populares e atividades paroquiais.

Missões Capuchinhas

As missões populares fazem parte do carisma original da Ordem Capuchinha. Os capuchinhos são conhecidos como missionários. A finalidade principal da vinda dos frades capuchinhos ao Rio Grande do Sul resume-se a pregação de missões populares junto aos imigrantes italianos. Esta foi a proposta inicial e específica de Dom Cláudio José Ponce de Leão, bispo de Porto Alegre, encaminhada à província capuchinha de Savóia da França. A estrutura básica das Missões Populares dos Capuchinhos do Rio Grande do Sul é: pré-missão (três a quatro meses antes da missão); missão (corresponde de 3 a oito dias de presença do missionário na comunidade) e pós-missão (aproximadamente um mês após a missão, dois ou três dias na sede paroquial, para aprofundamento e vivência do conteúdo das missões; formação de lideranças na catequese, liturgia, conselhos comunitários de pastoral e juventude).

voltar
© Copyright 2019