Patriarca da Odebrecht diz que Arena do Corinthians foi presente para Lula

O presidente do conselho de administração da Odebrecht, Emílio Odebrecht, afirmou em acordo de delação, que segue em negociação, que a arena do Corinthians foi uma espécie de presente ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, torcedor do time. O estádio foi construído pela empreiteira. Segundo matéria do Jornal Folha de São Paulo, a construção foi uma retribuição à suposta ajuda de Lula ao grupo nos oito anos que o petista comandou o país.

Emílio é pai de Marcelo Odebrecht, preso na Lava-Jato desde junho de 2015 e condenado a 19 anos de prisão. Emílio e cerca de 80 executivos do grupo trabalham na negociação de um acordo de delação premiada.

A Arena Corinthians custou R$ 1,2 bilhão. Quase R$ 400 milhões a mais que a estimativa inicial do projeto. 

A defesa de Lula desqualificou o conteúdo das delações da Odebrecht. Segundo ele, a Lava Jato não conseguiu apresentar qualquer prova contra Lula até agora.

GAÚCHA

voltar
© Copyright 2019