PEC do teto dos gastos é aprovada em segundo turno no Senado

O Senado aprovou nesta terça-feira (13), em segundo turno, a emenda constitucional que estabelece um teto para os gastos públicos pelos próximos 20 anos – PEC 55. Foram 53 votos favoráveis e 16 contrários.

O governo perdeu votos no Senado, já que em primeiro turno foram 61 favoráveis. A promulgação da PEC ocorrerá na quinta-feira (15). Chamada de “PEC da maldade” pela oposição, a proposta limita os gastos públicos pelos próximos 20 anos. O orçamento terá como base o valor do ano anterior, com reajuste pela inflação.

Enquanto os opositores dizem que a PEC irá diminuir os investimentos em saúde, educação e assistência social, a base de Temer argumenta que haverá prioridade de recursos para essas áreas, e reforça que é uma iniciativa necessária para o ajuste fiscal. 

Pesquisa Datafolha divulgada hoje aponta que 60% dos entrevistados são contra a aprovação. A PEC 55 tem apoio de 24% da população e 4% são indiferentes. Outros 19% não souberam responder. O Datafolha entrevistou 2,8 mil pessoas entre sete e oito de dezembro. 

 

GAÚCHA

 
voltar
© Copyright 2019