Permanência de Galhardo e vinda de Zelarayán estão distantes do Grêmio

O Grêmio encontra dificuldades para fechar o grupo que disputará a Libertadores de 2016. Principalmente no que se refere a dois jogadores: Rafael Galhardo, jogador titular na última temporada tricolor, e Lucas Zelarayán, meia do Belgramo. Segundo o executivo de futebol Rui Costa, a permanência do lateral depende de um acordo que ainda não está bem encaminhado com o Santos, clube que cedeu o atleta por empréstimo ao Grêmio, e a contratação do argentino emperra nas altas propostas oferecidas por clubes mexicanos.

"Nós fizemos um contato com o Santos. Eles têm uma ótica do negócio, nós temos outra. Fica um pouco distante por uma questão financeira que o Santos está propondo para nós. Nós queremos ficar com o Galhardo para a próxima temporada, ele quer ficar no Grêmio. Temos uma distância entre as nossas ideias e as do Santos, mas continuamos conversando", disse Rui Costa.

Sobre Zelarayán, Rui afirma que tomou conhecimento pela imprensa que a proposta do Grêmio ao jogador teria sido insuficiente para fechar o negócio:

"Nós formalizamos uma proposta, não tivemos uma resposta oficial, mas sim noticiosa. O presidente do Belgrano disse que esse valor seria insuficiente do planejamento que ele tinha com esse atleta. Não está encerrado ainda, mas têm outros clubes do México que fizeram propostas maiores. A nossa capacidade financeira nos tira a capacidade de competição, principalmente quando tem dinheiro do México".

voltar
© Copyright 2019