Piffero confirma saída de Aguirre: “time poderia render mais”

O presidente do Internacional, Vitorio Piffero, anunciou nesta quinta-feira (6) que Diego Aguirre não é mais o técnico do Internacional. Em coletiva, ao lado do vice Carlos Pellegrini, o dirigente disse que, na visão da diretoria, o elenco colorado poderia estar rendendo melhor dentro de campo.

"Entendemos que o grupo poderia dar mais", disse o técnico. "Queremos em primeiro lugar agradecer o Aguirre pelo trabalho realizado até aqui. Chegamos até a semifinal da Libertadores. Mas agora nós resolvemos mudar um pouco o foco", explicou Piffero.

Sobre a queda próxima ao Gre-Nal, Piffero ressaltou: "Resolvemos anunciar esta saída antes do clássico. Talvez para criar uma atmosfera para nos ajudar no jogo", projetou.

Sobre o substituto, nada está definido: "O mercado possui alguns nomes disponíveis que, a partir de agora, serão contatados", disse Vitorio Piffero que completou:

"O Muricy é meu amigo. Ele está incomunicável. Falei com ele depois que saiu do São Paulo, mas não falei de assumir o Inter".

O Inter oficializou a saída do treinador por meio de uma nota no site do clube. Além de Aguirre, a comissão técnica também deixa o time. O auxiliar técnico Odair Hellmann assumirá interinamente o comando da equipe.

Aguirre no Inter
Diego Aguirre foi confirmado como técnico do Inter no dia 22 de dezembro. A finalização do negócio ocorreu no Uruguai. Aos 49 anos, o treinador retornava ao time em que atuou entre 1989 e 1990. O projeto começou com a pré-temporada em Gramado visando a Libertadores da América.

Testando diversos jogadores, o técnico conseguiu levar o Inter ao título do Gauchão 2015. Na Libertadores, o Inter fez a terceira melhor campanha da fase de grupos e passou por Atlético-MG e Santa Fe antes de cair para o Tigres, na semifinal.

Com 16 rodadas do Brasileirão, o Inter é 10º colocado com 21 pontos. No domingo tem Gre-Nal.

 

GAÚCHA

voltar
© Copyright 2019