Polícia Civil do RS divulga taxa de elucidação de inquéritos em 72% nos primeiros 4 meses de 2018

A taxa de elucidação de inquéritos da Polícia Civil do Rio Grande do Sul foi de 72,2% nos quatro primeiros meses de 2018. Os dados foram divulgados na manhã desta segunda-feira (21) pela corporação. Na última sexta (18), a Secretaria de Segurança Pública apresentou o balanço dos indicadores criminais no período, que já incluía dados das polícias Civil e Militar.

Conforme os números, dos 19.742 inquéritos policiais enviados à Justiça no primeiro quadrimestre de 2018, 14,1 mil deles haviam sido elucidados.

O total de investigações remetidas ao judiciário, de acordo com a Polícia Civil, aumentou 13,58%, no período. Em meio a este total, os casos esclarecidos subiram 17,9%.

Sobre a taxa de elucidação do crime de latrocínio, roubo seguido de morte, a Polícia Civil aponta que 85,9% dos casos foram elucidados. No caso de homicídios dolosos (quando existe intenção de matar) o percentual sobe a 79%.

Quando analisada a elucidação do total de homicídios (doloso e culposo), a taxa chega a 84,4%, conforme a Polícia Civil.

Os dados apontam ainda aumento de 5,19% nas prisões preventivas e temporárias decretadas, e incremento de 6,84% no cumprimento das ordens de busca e apreensão.

Em relação às apreensões de armamento nestes quatro primeiros meses de 2018, a polícia registrou crescimento de 18,69%, com um total de 1.340 armas apreendidas.

Ainda referente à atuação da polícia, foram realizadas 239 operações e 4.628 prisões, além de ter sido registrado aumento de mais de 270% na apreensão de cocaína, Veja mais percentuais abaixo:

 

  • 108,26% de aumento nas apreensões de maconha
  • 272,24% de aumento nas apreensões de cocaína
  • 183,61% de aumento nas apreensões de crack
  • 282,96% de aumento nas apreensões de ecstasyNúmeros divulgados pela Polícia Civil na manhã desta segunda-feira (Foto: Polícia Civil/Divulgação)
  •  
  • G1 RS
  •  
voltar
© Copyright 2019