Polícia faz operação contra grupo suspeito de golpe do bilhete premiado no Norte do RS

A Polícia Civil realizou, na manhã deste sábado (16) uma operação contra uma organização criminosa suspeita dos crimes de lavagem de dinheiro e estelionato, no Norte do estado. Três pessoas foram presas em flagrante, e mais de 100 veículos, entre carros, motos e embarcações, foram apreendidos.

Foram cumpridos um total de 127 mandados de busca e apreensão na cidade de Passo Fundo. Entre os endereços estava um imóvel de luxo. A polícia encontrou ainda armas, munições e documentação relacionada aos crimes praticados pelos suspeitos investigados. Ao todo, 430 policiais participaram da ação.

A investigação foi iniciada em 2015, quando a polícia descobriu que diversos veículos envolvidos no crime do "conto do bilhete premiado" estariam sendo utilizados em Passo Fundo. Os carros tinham placas de outros municípios.

Conforme a investigação, alguns dos suspeitos falsificavam comprovantes de residência para emplacar os veículos em outras cidades.

Golpe do bilhete premiado

 

De acordo com o delegado Diogo Ferreira, titular da Delegacia Especializada em Furto e Roubo, a cidade de Passo Fundo é conhecida nacionalmente como berço do golpe do bilhete premiado.

O grupo investigado, conforme a polícia, agia em outras cidades gaúchas, e também nos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Minas Gerais, em pequenas células.“Os valores oriundos dos crimes são remetidos e aplicados em Passo Fundo onde os suspeitos, mediante o uso de contas de parentes e 'laranjas', praticam a lavagem de dinheiro, movimentando altos valores em imóveis e veículos de luxo, joias e festas caras. Eles costumam ostentar na sociedade”, disse o delegado Diogo Ferreira.

Durante as investigações, a Polícia Civil identificou mais de 180 suspeitos de envolvimento nas atividades criminosas. A justiça autorizou ainda mais de 200 quebras de sigilo fiscal, bancário e financeiro dos investigados.

G1 RS

voltar
© Copyright 2019