Polícia Federal deflagra no Rio e Janeiro mais uma fase da Lava Jato

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (23), no Rio de Janeiro, a 38º fase da Lava Jato. A Operação Blackout tem como alvo Jorge Luz e o filho, Bruno Luz, operadores financeiros do esquema criminoso na Petrobras.  

Foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva. Os investigados responderão pela prática dos crimes de corrupção, fraude em licitações, evasão de divisas, lavagem de dinheiro dentre outros. 

Segundo a Polícia Federal, a simbologia do nome da operação tem por objetivo demonstrar a interrupção definitiva da atuação desses investigados como representantes deste poderoso esquema de corrupção. 

De acordo com o portal G1, em um dos depoimentos de delação premiada, o ex-diretor da área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró afirmou ao juiz Sérgio Moro que o senador Renan Calheiros (PMDB) recebeu propina de dinheiro desviado da Petrobras através de Jorge Luz.

A assessoria de Renan Calheiros disse que ele nega as afirmações, que já prestou as declarações necessárias e está à disposição para novos esclarecimentos. 

Os presos serão levados para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

voltar
© Copyright 2019