Por dentro, Everton se aproxima de Diego Souza e muda forma de jogar pelo Grêmio

Mesmo com poucos jogos na temporada, já é possível notar algumas mudanças na forma de jogar do Grêmio. Além dos três volantes testados por Renato por conta das circunstâncias da ausência de um meia em condições, o setor ofensivo vem passando por mudanças. Na noite desta terça-feira, na vitória por 1 a 0 sobre o América de Cali, Everton voltou a aparecer por dentro, saindo da ponta e se aproximando do centroavante Diego Souza.

A troca na característica pode ter a ver também com a mudança dos três volantes. Sem um meia de articulação, Renato precisa de aproximação dos atacantes para atuar junto com Diego Souza. O outro extrema, Alisson, também vem fechando pelo meio em alguns momentos dos jogos e, assim, os dois se revezam quase em uma função de segundo atacante quando o Tricolor tem a bola.

A diferença fica mais evidente ao comparar os mapas de calor de Everton em duas partidas válidas pela Libertadores. De acordo com o Sofascore, no jogo de ida das quartas de final de 2019, na derrota para o Palmeiras na Arena por 1 a 0, o atacante ocupa muito mais o setor esquerdo. Naquela ocasião, mesmo sem jogar bem, o jogador atuou nos 90 minutos, com 74 toques na bola e 30 passes certos, com aproveitamento de 85%.

voltar
© Copyright 2019