Prefeitura decreta bandeira preta e toque de recolher em Nonoai

A Prefeitura de Nonoai, no Norte do Rio Grande do Sul, decidiu reforçar ainda mais as medidas de combate ao coronavírus. A cidade está classificada em bandeira vermelha pelo distanciamento controlado do governo do estado, mas resolveu adotar a bandeira preta para tentar frear o avanço da doença.

O decreto começou a valer às 12h de sexta-feira (12) e segue até a meia noite de terça-feira (16), durante o feriado de Carnaval.

Entre as justificativas para a medida estão o aumento de casos de Covid-19 na cidade e o nível alarmante que a rede de atendimento hospitalar alcançou. A prefeita Adriane Perin, após assinar o decreto, fez um comunicado para a população por meio das redes sociais da prefeitura.

“Não foi uma decisão fácil. Tínhamos um pensamento de que, quando iniciou a pandemia, iríamos repensar conceitos, coletividade, empatia. Passou-se o tempo, quase um ano, e estamos vivendo o reflexo do comportamento de pessoas”, afirmou a prefeita.

Os protocolos adotados na bandeira preta preveem o fechamento do comércio varejista na cidade, serviços de pet shops e cabeleireiros, eventos sociais e cerimônias religiosas. Além disso, é vedada a permanência da população em locais públicos, como ruas e calçadas.

Já as atividades econômicas essenciais como supermercados e farmácias podem funcionar, mas com restrições. Restaurantes só podem funcionar nos sistemas de tele-entrega ou pegue e leve.

O toque de recolher instituído na cidade é obrigatório entre as 23h e 5h. Agentes da vigilância fiscalizam o cumprimento dessa medida nas ruas. O descumprimento gera sanções que variam de advertência a multas de R$ 100 a R$ 200.

“Nós não queremos penalizar ninguém. Queremos que, se acontecer algo contigo ou com algum familiar, você tenha profissionais da área da saúde para te atender. Que você tenha o oxigênio. Que caso você precise de UTI, que tenha leito”, explica a prefeita.

Nonoai registra, atualmente, 179 casos ativos da Covid-19 e 181 suspeitos. Já são sete mortes na cidade em decorrência da doença.

Em torno de um terço das 2,4 mil doses de vacinas contra o coronavírus recebidas pelo município foi aplicado.

voltar
© Copyright 2019