Projetos que alteram benefícios de servidores ficam fora da pauta da Assembleia por duas semanas

A votação em segundo turno das propostas que alteram benefícios dos servidores estaduais gaúchos ficará, no mínimo, para setembro. Antes disso, apenas projetos sem potencial polêmico entrarão na pauta da Assembleia Legislativa. Para a sessão plenária desta terça-feira (22), a base de José Ivo Sartori está desfalcada, com deputados em viagem. Além disso, na próximo semana, não haverá sessão devido à Expointer.

"Vamos votar na primeira sessão de setembro", afirma o líder do governo Sartori na Assembleia, Gabriel Souza (PMDB).

Entrarão na pauta as propostas de emenda à Constituição (PEC) que preveem a transformação da licença-prêmio dos servidores em licença-capacitação e a que modifica a contagem do tempo de serviço para aposentadoria e vantagens de carreira. Nas semanas seguintes, devem ser discutidos os projetos que reduzem o número de servidores cedidos a sindicatos e associações com salários pagos pelo Estado e a reestruturação do Instituto de Previdência do Estado (IPE).

GAÚCHA

voltar
© Copyright 2019