Rio Grande do Sul começa a colher a safra de trigo

Produtores de trigo da região de Santa Rosa já colocaram as máquinas em campo para finalizar a safra. A colheita do cereal começou terça-feira na maior parte das lavouras do município, de acordo com o presidente do Sindicato Rural, Denir Frosi. Se o tempo colaborar, a expectativa é que os trabalhos sejam concluídos antes do final de outubro.

“Temos um padrão (de qualidade do trigo) ótimo e as primeiras lavouras comprovaram rendimento recorde. Se continuar assim, vai ser uma grande safra”, disse Frosi, que espera uma produtividade média de 60 sacas por hectare na região.

Em outras zonas produtoras gaúchas, as lavouras estão em fase de pré-colheita. Na regional da Emater/RS-Ascar de Ijuí, que abrange 44 municípios, metade da área plantada se encontra no estágio de enchimento de grãos e evolui rapidamente para a maturação, explica o gerente regional da empresa, Carlos Alberto Turra. A colheita deve começar na próxima semana e se estender até a primeira semana de novembro.

Em Frederico Westphalen, a estiagem atrasou o plantio em uma semana. A preocupação dos agricultores agora é com a possibilidade de chuva excessiva nos próximos dias, o que poderia acarretar doenças e acamamento do trigo, diz o presidente do Sindicato Rural, Danilo Vanzin.

A cotação média do cereal – R$ 80,73 a saca de 60 quilos, de acordo com o último levantamento semanal da Emater/RS-Ascar – oferece boas perspectivas de remuneração aos produtores que investiram em tecnologia na lavoura nesta safra. Segundo Vanzin, é um preço ótimo. “Os insumos subiram, mas está valendo a pena”, comenta.

ESTIMATIVA. Na estimativa atualizada da safra estadual de inverno 2021, a Emater/RS-Ascar prevê a produção de 3,59 milhões de toneladas de trigo – um aumento de 70,95% em relação ao total colhido no ano passado. O levantamento projeta uma expansão de 8,97% na área cultivada com o cereal no Estado, estimada em 1,17 milhão de hectares. A produtividade esperada é de 3.055 quilos por hectare.

CP

voltar
© Copyright 2019