Rio Grande do Sul perdeu mais de 95 mil postos de trabalho em 2015

O Rio Grande do Sul fechou 2015 com o corte de 95.173 empregos com carteira assinada. Os dados foram disponibilizados nesta quinta-feira pelo Ministério do Trabalho. Foi o quarto Estado que mais fechou vagas.

O número é o saldo entre as demissões e admissões feitas pelas empresas ao longo do ano. Em 2014, ano já complicado na economia, ainda tinham sido criados quase 24 mil postos de trabalho.

Dos oito setores em que a pesquisa se divide, somente dois tiveram resultados positivos. Confira os detalhes:

1 – Extrativa Mineral – Fechou o ano com 617 empregos a menos.

2 – Indústria de transformação – Pela grande participação na economia e pela intensidade que é afetado pela crise, cortou 53.239 empregos. Sendo que mais de 10 mil cortes ocorreram só na indústria mecânica. Em seguida, os piores resultados foram nos segmentos de material de transporte e metalurgia. A indústria calçadista, por sua vez, fechou 6,6 mil vagas.

3 –  Serviços Industriais de Utilidade Pública – Menos 459 vagas.

4 – Construção Civil – Setor que já vem sentindo os problemas na economia há algum tempo, encerrou 14.913 vagas. As construtoras estão pisando no freio em obras e adiando o início de novos projetos.

5 – Comércio – O comércio começou a sentir a crise depois da indústria. Mas já teve que lidar com a situação em 2015 e cortou 13.771 empregos. Houve demissões tanto no atacado quanto no varejo.

6 – Serviços – Era o mais resistente à desaceleração da economia. As demissões têm um forte impacto, devido à participação que o setor tem na economia. O setor cortou 13,506 empregos em 2015. Metade disso foi no segmento de Comércio e Administração de Imóveis.

Resultados positivos:

7 – Administração pública – Criou 173 vagas de trabalho.

8 – Agropecuária – Gerou 1.159 empregos com carteira assinada no ano passado.

Região Metropolitana X Interior

A Região Metropolitana de Porto Alegre fechou o ano com 48.547 empregos a menos. No interior do Estado, 46.626 vagas foram fechadas.

Dezembro

Só em dezembro, foram mais de 34 mil postos de trabalho cortados. Segundo o Ministério do Trabalho, os motivos foram entressafra agrícola, férias escolares, período de chuvas e término das festas no final do ano.

Brasil

No total do Brasil, foram cortados 1.542.371 postos de trabalho com carteira assinada em 2015.

===

voltar
© Copyright 2019