Rio Grande do Sul registra décima morte por meningite

Foram registradas ao menos dez mortes por meningite no Rio Grande do Sul em 2015, segundo informativo epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde. O número é três vezes maior do que o verificado no ano passado, quando três pessoas morreram da doença. Este ano, três mortes foram do tipo B, outros três do tipo C e quatro não tiveram a identificação do meningococo. 



De acordo com o relatório, houve um aumento no número de ocorrências, principalmente do tipo C. Foram identificados pacientes em 22 municípios do estado, a maioria deles na região metropolitana. Apenas em Paraíso do Sul, Caxias do Sul, Ijuí, Maquiné e Santo Antônio da Patrulha não foram registrados casos do tipo C. 



A principal medida de controle, segundo o relatório, é a notificação e investigação de qualquer suspeita. Se confirmado o surto de meningite pode ser considerada a vacinação, “desde que o sorogrupo que está causando o surto seja conhecido e se tenha a vacina disponível”. A decisão de vacinação em um surto é acordada entre as três esferas de governo, federal, estadual e municipal.



Outras medidas de prevenção importantes são:



• Higienização das mãos;

• Higienização do ambiente;

• Ventilação do ambiente;

• Não compartilhar utensílios.

voltar
© Copyright 2019