Roth cita empate com o Santa e pede “cuidado” ao Inter contra a Ponte

Atual 17º colocado, no Z-4 do Brasileirão, o Inter fita seu futuro com urgência total para somar pontos nos quatro jogos restantes e escapar do primeiro rebaixamento de sua história. Mas também mira seu passado. Em especial, o tropeço em 1 a 1 com o Santa Cruz, no Beira-Rio, que serve de exemplo para a equipe entrar com todo o "cuidado" possível para evitar um novo tropeço diante de sua torcida, contra a Ponte Preta, na próxima quinta-feira, pela 35ª rodada.Internamente, o empate com o então lanterna do Brasileirão é visto como o principal responsável por empurrar a equipe ao Z-4 em um estágio tão avançado da competição.

Na ocasião, o Colorado abriu o placar ainda cedo, com Vitinho, e controlava o jogo com um resultado parcial que o deixava quatro pontos distantes da zona da degola, mas Léo Moura empatou a partida. Em seguida, Eduardo Henrique foi expulso, e a equipe não conseguiu reagir. Na rodada seguinte, a derrota até esperada para o líder Palmeiras, em São Paulo, e o triunfo do Vitória sobre o Atlético-PR derrubaram o Inter para o atual 17º lugar.

– Precisamos ter muito cuidado com as partidas quando a opinião pública está direcionada. Quando se faz um bom jogo e depois acham que faremos um bom jogo, e isso não ocorre… É histórico. O jogo contra o Santa Cruz foi assim. Começamos muito bem, mas perdemos um jogador e foi toda aquela situação. Amargamos a perda desses dois pontos e estamos na zona de rebaixamento. Não temos outro objetivo que não seja a vitória – afirma o técnico Celso Roth.

Os colorados encaram a partida contra a Ponte Preta como uma espécie de "final de Copa do Mundo" para escapar da degola. Tanto que, mesmo que não faça cálculos contra a degola, o próprio técnico Celso Roth admite que um tropeço na quinta-feira praticamente inviabiliza a missão de permanecer na Série A.

– Nós temos a nossa maneira de pensar. O Fernando (Carvalho) coloca para vocês. A nossa situação é o próximo jogo. Não adianta calcular e não conseguir um bom resultado contra a Ponte Preta. Se isso ocorrer, infelizmente a coisa se encaminha de uma maneira reta para que tenhamos problema no futuro. Internamente, o objetivo é a Ponte. depois, pensamos em outras coisas – ressalta o comandante.

O Inter retoma os treinamentos na manhã desta segunda-feira. A equipe volta a campo na próxima quinta-feira, às 21h, quando recebe a Ponte Preta no Beira-Rio, pela 35ª rodada do Brasileirão. Atual 17º colocado, com 38 pontos, o Colorado, inclusive, entrará em campo ciente do que terá de fazer para escapar da degola. O Vitória, 16º, com 39, enfrenta o Santos ainda na quarta-feira, na Vila Belmiro.

 

Confira todas as notícias do esporte gaúcho em www.globoesporte.com/rs

voltar
© Copyright 2019