Secretário de Vigilância em Saúde pede demissão de ministério

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, pediu demissão na manhã de hoje. A informação foi confirmada pela própria pasta. Apesar da decisão, Wanderson permanecerá no cargo até sexta-feira (17).

Um dos homens de confiança do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, Wanderson enviou uma carta a seus subordinados nesta manhã avisando que não ficaria mais no ministério e que o ministro havia informado a seus auxiliares que seria demitido até o final desta semana. As informações são do portal Uol.

Na mensagem enviada aos colegas, Oliveira afirmou que “a gestão de Mandetta acabou” e que precisava se preparar “para sair junto”. Ele disse ainda que “só Deus para entender o que querem fazer”. “Finalmente chegou o momento da despedida”, disse Oliveira na carta enviada aos colegas. “Ontem tive reunião com o ministro e sua saída está programada para as próximas horas ou dias. Infelizmente não temos como precisar o momento exato. Pode ser um anúncio respeitoso diretamente para ele ou pode ser um Twitter.” Hoje pela manhã, o presidente Jair Bolsonaro disse que resolverá “a questão da Saúde” para que seja possível “tocar o barco”.

Fonte: Portal Uol

voltar
© Copyright 2019