Sem recursos federais será impossível tapar buracos afirma diretor do Daer

O diretor-geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer/RS), Ricardo Nunes, aponta a falta de verbas como fator prejudicial aos trabalhos da operação tapa-buracos no Estado. Ele disse que para agilizar o processo está sendo encaminhado um pedido junto ao governo federal de aproximadamente R$ 15 milhões por meio da Cide (Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico). 

 

— Temos recursos, mas são escassos, principalmente frente a essa chuva que deu. Estamos com uma necessidade de um aporte maior do que vínhamos recebendo. Se perdeu muita coisa do que já foi feito e teremos que refazer novamente — disse. Sobre a demora para recuperar as estradas, Nunes afirmou que a prioridade é dada aos pontos mais críticos. Para isso, ele também disse que uma equipe de Gestão de Gerência está sendo criada para que as intervenções sejam feitas antes que a situação dos buracos piorem.

 

— É claro que não dá para admitir que a gente chegue nessas condições nas rodovias, mas dizer que o Daer está ausente é um certo exagero. Estamos trabalhando dentro da nossa capacidade. Todas as nossas regionais estão sendo ativadas, na medida do possível, vamos repor esses pontos mais críticos — afirmou



Fonte: Rádio Gaúcha

voltar
© Copyright 2019