Sete casos de mormo são confirmados em equinos de Cruz Alta

A confirmação de mais sete casos da doença de mormo em eqüinos de uma propriedade de Cruz Alta coloca a região e o Estado em alerta. As sete ocorrências foram oficializadas na semana passada. Os animais fazem parte de uma área existente no bairro Tamoio. Um dos eqüinos foi abatido sexta-feira à tarde, 13. Os outros seis não puderam ser sacrificados por conta de uma liminar do Poder Judiciário, a pedido do dono da propriedade. Em função da doença, os alunos de uma escola municipal, cujo prédio fica ao lado da propriedade, foram retirados e alocados em outro educandário, visto que o mormo pode ser transmitido para humanos. Recentemente Cruz Alta tinha confirmado um caso da doença, o que totaliza oito ocorrências no município. No total, o Rio Grande do Sul tem 26 confirmações de mormo. Houve casos também em Nova Ramada, Boa Vista do Cadeado e Santo Antônio das Missões. Dentre os 29 municípios abrangidos pela Coordenadoria Regional de Agricultura, com sede em Ijuí, não existem eqüinos com suspeita de mormo.

voltar
© Copyright 2019