Sobe para 466 o nº de famílias fora de casa devido à chuva na Fronteira

A cheia dos rios Uruguai e Quaraí fez com que mais de 1,8 mil pessoas precisassem sair de casa em 23 localidades, de acordo com o último balanço da Defesa Civil do Rio Grande do Sul divulgado na tarde desta terça-feira (22). São 466 famílias, sendo 443 desalojadas e 23 desabrigadas.

Entre os municípios atingidos estão Uruguaiana, Itaqui, Quaraí, São Borja e Barra do Quaraí. O nível do Rio Uruguai já superou 11 metros em alguns pontos, como em São Borja, o que é considerado o mais alto do ano. A média normal é de 5 metros.

Em Santana do Livramento, são 50 famílias atingidas pela cheia. Conforme o coordenador da Defesa Civil municipal, Delmar da Rosa Rodrigues, esses moradores estão abrigados na escola estadual Maurício Cardoso. O município está em alerta devido ao nível elevado do lago Batuva. Segundo o coordenador, caso haja rompimento, ao menos 10 mil pessoas serão atingidas.

Além disso, a região de Livramento apresenta quedas de barreira em vários trechos da BR-158, como no km 546, e na BR-293. As interrupções são parciais e alternadas, conforme a Polícia Rodoviária Federal, que ainda contabiliza quais são os pontos com problemas. Na BR-285, em Passo Fundo, o trânsito já foi liberado no km 309, após queda de barreira que ocorreu na noite de segunda-feira (21).

O coordenador da Defesa Civil na Fronteira Oeste, major Rinaldo Castro, afirma que não há previsão para retorno das famílias, já que há alerta de chuva intensa nos próximos dias. 

Confira a lista de municípios atingidos pelas cheias

Barra do Quaraí

Cândido Godói

Cruzaltense

Engenho Velho

Gramado dos Loureiros

Guarani das Missões

Itaqui

Liberato Salzano

Não Me Toque

Nonoai

Nova Ramada

Quaraí

Roque Gonzáles

Santa Rosa

Santana do Livramento

Santo Ângelo

São Borja

São Borja

São Miguel das  Missões

Sete de Setembro

Três Palmeiras

Trindade do Sul

Uruguaiana

GAÚCHA
voltar
© Copyright 2019