STJD pune Edílson com cinco jogos, e Dourado pode enfrentar Palmeiras

A confusão e os outros problemas ocorridos no Gre-Nal 411, na Arena, foram julgados na tarde desta quinta-feira no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). E o gremista Edílson foi quem pegou a maior pena: cinco jogos de gancho por conta da agressão a Rodrigo Dourado, que por sua vez recebeu um jogo de suspensão — já cumprido pelo volante, podendo assim atuar diante do Palmeiras, no domingo.

Edílson já cumpriu uma suspensão automática e, assim, poderá voltar na última rodada do Brasileirão, contra o Botafogo, na Arena. O prejuízo não é tão grande, entretanto, porque a equipe deve ser preservada na maior parte dos próximos compromissos tricolores em virtude do foco na decisão pela Copa do Brasil.Denunciado por praticar ato desleal ou hostil conforme artigo 250 do CBJD, Vitinho foi absolvido. Bolaños, julgado com base no artigo 254-A do CBJD, também passou ileso.

Julgado pela expulsão no jogo contra o Palmeiras, pela Copa do Brasil, Renato Portaluppi foi mais um que foi absolvido e dessa forma comandará o Grêmio na final da Copa do Brasil.

voltar
© Copyright 2019