STJD suspende o resultado de Fluminense e Flamengo

O presidente do STJD, Ronaldo Piacente, fez um despacho nesta segunda-feira intimando a CBF a não homologar o resultado do clássico entre Fluminense e Flamengo, pelo Brasileirão, até que o processo iniciado pelo Tricolor, que pede a anulação da partida alegando interferência externa, tenha uma decisão final.

Piacente se posicionou por causa da ação de impugnação impetrada pelo Tricolor nesta tarde. Ao mesmo tempo em que pediu a não homologação do resultado do jogo no Raulino de Oliveira, o presidente do STJD determinou a intimação do Flamengo para se manifestar em dois dias. Posteriormente, a procuradoria do STJD também terá dois dias para se manifestar.

Tendo as manifestações em mãos, a presidência do Tribunal irá sortear um relator para o caso e o Pleno do STJD irá julgar a questão.

O Fluminense desde sexta-feira iniciou um processo de ajuntamento de provas para fazer o pedido de anulação do jogo, por entender que o segundo gol sobre o Fla — marcado em impedimento — só foi anulado por causa da informação de que a televisão mostrou a irregularidade ter chegado ao assistente Emerson Augusto de Carvalho e ao árbitro Sandro Meira Ricci.

— Após cuidadosa análise de todo material probatório, inclusive de imagens com leituras labiais dos envolvidos, não resta a menor dúvida de que houve interferência externa, bem como que, por conta desta interferência externa, baseada em imagem televisiva, o árbitro da partida reconsiderou a sua marcação e anulou o gol do Fluminense, o que não é permitido em nossa legislação. Levando em consideração que o aludido erro de direito teve influência direta no resultado da partida, o jogo deve ser anulado — afirmou o advogado do clube, Pedro Maurity.

*LANCEPRESS

voltar
© Copyright 2019