Taxa de desemprego sobe no RS no segundo trimestre do ano, diz IBGE

A taxa de desemprego no Rio Grande do Sul subiu no segundo trimestre do ano para 5,9%, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD).  Contínua divulgada nesta terça-feira (25) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No primeiro trimestre do ano, a taxa era de 5,6% no estado.

Apesar do crescimento, o Rio Grande do Sul ficou com a terceira menor taxa entre os estados brasileiros, atrás apenas de Santa Catarina (3,9%) e Rondônia (4,9%). A Bahia teve a maior taxa (12,7%).

O rendimento médio do trabalhador gaúcho também apresentou redução de abril a julho em relação a janeiro a março, passando de R$ 2.049,85 para R$ 2.017,35. A média do país no segundo trimestre foi de R$ 1.882,00.

No país, a taxa de desemprego subiu no segundo trimestre deste ano e chegou a 8,3%, ante 7,9% no primeiro trimestre. A população desocupada foi estimada em 8,4 milhões de pessoas, um crescimento de 5,3% frente ao primeiro trimestre.

voltar
© Copyright 2019