TCU aponta falta de fiscalização no programa Mais Médicos

Auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) constatou problemas no programa federal Mais Médicos. Das primeiras cidades a receber profissionais, quase metade tinha uma quantidade menor de médicos na rede pública municipal do que no dia em que os bolsistas chegaram. Além disso, ao menos um de cada três médicos do programa trabalhava sem a supervisão prevista nas regras.

Para o TCU, o Ministério da Saúde não faz um monitoramento adequado para assegurar que os municípios não substituam médicos que já compunham equipes de atenção básica pelos participantes do projeto nem que haja redução do número de equipes. Os ministros do TCU determinaram à pasta a abertura de apuração sobre o caso.

O Ministério da Saúde informou que os municípios foram notificados e apresentaram justificativas.

voltar
© Copyright 2019