Temer diz a Dilma que governo “precisa mais ouvir do que falar”

O primeiro encontro do ano entre a presidente Dilma Rousseff e o vice Michel Temer, nesta quarta-feira (20), durou somente 16 minutos. Na reunião, o peemedebista afirmou à Dilma que o governo “precisa mais ouvir do que falar”.

Os dois se reuniram a portas fechadas, no Palácio do Planalto, e depois foram acompanhados dos ministros da Casa Civil, Jaques Wagner – que intermediou o encontro -, e da secretaria-geral da Presidência, Ricardo Berzoini. 

Ao deixar o Planalto, no final da manhã, Temer foi direto para a residência oficial, o Palácio do Jaburu. Segundo assessores do Executivo, na reunião fechada, Dilma convidou o vice para integrar o Conselhão e pediu que o grupo se reúna o mais breve possível.

Já no encontro com ministros, que durou cerca de uma hora, foram tratados temas da conjuntura política.

A relação da presidente com o vice ficou ainda mais estremecida no fim de 2015, quando ele encaminhou uma carta de desabafo mostrando seu descontentamento com o governo e as atitudes de Dilma em relação ao PMDB.

Desde então, eles anunciaram que manteriam uma relação “profícua” e de “cordialidade”. 

voltar
© Copyright 2019