Temer quer acelerar demissões de servidores do governo ligados ao PT

O presidente interino, Michel Temer, mandou acelerar as demissões de servidores ligados ao Partido dos Trabalhadores (PT) que mantém cargos no segundo e terceiro escalões do governo. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a equipe de Temer pediu um levantamento do número de postos com indicações políticas e orientou que os quadros petistas sejam substituídos o mais rápido possível.

Para o presidente interino, os funcionários ligados ao partido da presidente afastada Dilma Rousseff estão atrapalhando o andamento da gestão. O discurso oficial é que as indicações políticas serão trocadas, preferencialmente, por nomes de perfil técnico.

Além de apressar a saída dos petistas que ainda estão em cargos-chave de sua gestão, Temer pretende revisar e cortar o número de postos que Dilma levou para trabalhar com ela no Palácio da Alvorada.

voltar
© Copyright 2019