Temer vai manter os ministros alvos de inquéritos na Lava Jato, diz blog

O presidente Michel Temer decidiu que não vai demitir nenhum dos oito ministros citados nas delações da Odebrecht e alvos de inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF). As informações são do blog do jornalista Gerson Camarotti, do portal G1.

Em fevereiro, o presidente chegou a afirmar que afastaria provisoriamente do governo qualquer ministro que fosse denunciado na Operação Lava Jato. À época, Temer disse que não se pode aceitar que uma “simples menção”, usada para inaugurar um inquérito, seja molde para incriminar ou afastar algum integrante do alto escalão do governo.

No total, oito ministros são alvos de inquérito: Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria-Geral), Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia e Comunicações), Bruno de Araújo (Cidades), Aloysio Nunes (Relações Exteriores), Marcos Pereira (Indústria e Comércio Exterior), Blairo Maggi (Agricultura) e Helder Barbalho (Integração). Todos negam envolvimento nas irregularidades.

Ainda segundo o blog do Camarotti, a avaliação do Planalto é de que uma “saída em massa” prejudicaria o governo na tentativa de aprovar reformas – como a da Previdência e a trabalhista – no Congresso.

voltar
© Copyright 2019