Tragédia da Boate Kiss completa quatro anos nesta sexta-feira

A programação de homenagens às vítimas da tragédia se intensifica nesta quinta-feira. A partir das 21h, sobreviventes e familiares de vítimas devem se reunir na Tenda da Vigília, na Praça Saldanha Marinho. Uma hora depois, eles partirão em caminhada rumo à Rua dos Andradas, onde funcionava a boate. As orações e manifestações devem se estender até as 2h. As informações são do Diário de Santa Maria

Já nesta sexta-feira, dia em que a tragédia que matou 242 pessoas completa quatro anos, as atividades começam às 9h, com roda de conversa com profissionais que atuaram ou atuam em atividades ligadas à tragédia. A programação só termina à noite, após um colóquio com o professor Márcio Seligmann, a psicóloga Rosana Dorio Bohrer, uma sobrevivente da tragédia e um familiar de vítima, na Praça Saldanha Marinho.

Os eventos do dia 27 serão realizados pela Associação dos Familiares das Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), Instituto Condor, programa Acolhe Saúde,TV OVO e pelos movimentos Santa Maria do Luto à Luta e Kiss: Que Não se Repita, com apoio da prefeitura.

Programação

Dia 26 de janeiro

– 22h: Vigília em homenagem às vítimas em frente à boate Kiss

Dia 27 de janeiro

–  9h: Roda de conversa com profissionais que atuaram ou atuam em atividades ligadas à tragédia, sobre ações e desafios em torno do acontecimento, no auditório da SUCV (Rua Venâncio Aires, 1.934)
–  15h: Apresentações musicais e teatrais
–  17h: Culto ecumênico na Praça Saldanha Marinho
–  18h: Toque dos sinos de igrejas da cidade
–  18h20min: Leitura de uma mensagem do presidente da AVTSM, na Praça Saldanha Marinho
–  18h40min: Soltura de 242 balões 
– 19h20min: Apresentação de um vídeo de homenagem, feito pela TV OVO, na Praça Saldanha Marinho
–  19h30min: Colóquio com o professor da Unicamp, tradutor e crítico literário Márcio Seligmann, a professora doutora Rosana Dorio Bohrer, psicóloga e especialista em Emergências e Desastres, Gestão de Crise e Programas de Family Assistance, além de uma sobrevivente da tragédia e um familiar de vítima. A atividade ocorre sob uma tenda na Praça Saldanha Marinho.

DIÁRIO DE SANTA MARIA

voltar
© Copyright 2019