Treino do Inter tem segurança reforçada após derrota

No primeiro treino do Inter após a derrota para o Corinthians, a segurança precisou ser reforçada no CT Parque Gigante. Um grupo de cerca de 10 torcedores realizou um protesto, ainda que não violento. Gritou palavras de ordem contra os atletas e cercou o carro dos jogadores quando eles saíam do local.

A Brigada Militar foi acionada e, junto com a segurança do clube, escoltou a saída dos jogadores. Em meio ao protesto, um homem teria chegado a mostrar uma arma a outro torcedor que estava no grupo que realizava o protesto. Ele deixou o local de carro ao notar a presença de policiais

Dentro de campo, os titulares da partida contra o Corinthians realizaram apenas um treino regenerativo no vestiário – alguns até foram ao campo para uma corrida leve, enquanto que os reservas participaram da atividade no gramado.

Na etapa final do treinamento, o técnico Lisca colocou Ariel, Nico Lopez e Seijas para trabalharem finalizações e cruzamentos. A jogada era de cada jogador partir do meio do campo com a bola dominada, fazer uma conclusão, virar e dar um cruzamento.

O técnico Lisca deve montar a equipe que enfrenta o Cruzeiro, no próximo domingo no Beira-Rio, no treino desta quarta-feira.

CP

voltar
© Copyright 2019