Triplica exportação gaúcha de automóveis de passageiros

Com destaque para o aumento das vendas de automóveis, as exportações do Rio Grande do Sul cresceram em maio, totalizando US$ 1,787 bilhão em maio. São US$ 11 milhões a mais do que no mesmo mês do ano passado, ou seja, alta de 0,62%. 

A exportação de automóveis de passageiros cresceu tanto em valor (US$ 50,6 milhões ou 170,9%) quanto em volume (+197,3%). Destaque para o crescimento de mais de 4,5 mil unidades apenas para a Argentina. Também foram embarcadas mais de 2,7 mil unidades para Chile, Peru, Uruguai, Paraguai e Bolívia. 

A participação do produto na pauta exportadora do Estado passou de 1,7% para 4,5% em um ano. Considerando também que a crise econômica estava mais intensa no primeiro semestre de 2016. 

– O aumento nas exportações de carros decorre, por um lado, dos acordos automotivos no âmbito do governo federal de 2015 e, por outro, do aumento da parte da produção voltada para o exterior. É um modo de compensar a queda no mercado interno. – diz Bruna Kasprzak Borges, economista do Centro de Indicadores Econômicos e Sociais da Fundação de Economia e Estatística. 

Outros destaques foram as elevações dos embarques de tratores (mais US$ 7,9 milhões; 51,0% em valor e 52,6% em volume), sobretudo para Argentina; e de partes e peças de veículos (mais US$ 7,9 milhões), para Argentina e Estados Unidos. 

Por sua vez, os embarques de soja recuaram US$ 22,6 milhões (retração de 3,3% em valor, 2,7% em volume e 0,5% em preço). 

No geral, das exportações gaúchas, houve elevação de 6,75% dos preços dos produtos. A valorização compensou a retração dos embarques em volume -5,75%. 

Os dados são da Fundação de Economia e Estatística. Conforme o levantamento, o Rio Grande do Sul permanece como o terceiro maior exportador do país, com uma fatura de 9% das vendas brasileiras. 

Os produtos mais vendidos em maio pelo Estado foram: 
– Soja em grão (37,6%)
– Farelo de soja (5,2%)
– Carne de frango (5,1%)
– Polímeros (5,0%)
– Fumo (4,6%) 
– Automóveis de passageiros (4,5%)

China segue como o principal destino, comprando 37,6% da exportação gaúcha. Em seguida, aparecem Argentina, Estados Unidos, Coréia do Sul e Vietnã. Estes países compra mais da metade dos embarques, segundo a FEE.

voltar
© Copyright 2019