Usar o celular ao dirigir passa de infração média para gravíssima

A multa para quem for flagrado usando o celular ao dirigir ficou mais pesada no país. Isto porque a infração para o motorista que segurar ou manusear o telefone ao volante passou de média para gravíssima. A mudança foi publicada no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (5), através de uma lei sancionada pela presidente Dilma Rousseff que altera o Código de Trânsito Brasileiro.

Além disso, os valores das multas de trânsito foram reajustados entre 50% e 60%. Confira:

Infração gravíssima: de R$ 191,54 para R$ 293,47
Infração grave: de R$ 127,69 para R$ 195,23
Infração média: de R$ 85,13 para R$ 130,16
Infração leve: de R$ 53,20 para R$ 88,38

Outra mudança na legislação se refere aos motoristas que estacionarem em vagas reservadas para pessoas com deficiência ou idosos sem autorização. Nesse caso, o condutor está sujeito a pagamento de multa por infração gravíssima e remoção do veículo. 

Também foi criada uma infração específica para aqueles que se recusarem a se submeter a teste, exame clínico, perícia ou outro procedimento que permita certificar a influência de álcool ou outra substância. A multa, nesses casos, será de R$ 1.915,40 e, em caso de reincidência no período de 12 meses, a penalidade será aplicada em dobro.

Todas as alterações, incluindo o reajuste nos valores das multas, entrarão em vigor em seis meses.

voltar
© Copyright 2019