Usina no Rio Grande do Sul produzirá etanol a partir de batata-doce

A primeira usina de etanol do Rio Grande do Sul recebeu a Licença Prévia e de Instalação Unificada há poucos dias pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam). A unidade será construída em uma área de três hectares, na cidade de Carazinho. O mais interessante é que a matéria-prima do biocombustível não será a cana-de-açúcar, mas sim a batata-doce.

O empresário Henrique Leonhardt decidiu aproveitar que o Rio Grande do Sul é o maior produtor de batata-doce do Brasil para produzir etanol. Segundo ele, o produto será 100% aproveitada. O álcool será utilizado nos postos da família e o farelo será vendido para a indústria de ração.

De acordo com o empresário, mais de 400 famílias da agricultura familiar serão beneficiadas. “Essas famílias estão cultivando batata doce há dois anos, com produção específica para a usina na transformação em etanol”, diz. Além disso, cerca de 50 pessoas serão empregadas quando a usina estiver em funcionamento.

A Fepam destaca que para a usina começar a funcionar, ainda será necessária a emissão da Licença de Operação após solicitação do empresário, por meio do Sistema Online de Licenciamento, e análise dos técnicos da fundação.

Canal Rural

voltar
© Copyright 2019